Reforço escolar: sua importância, cursos online e 5 formas para inovar - Blog do Foco Educação Profissional

 BLOG

Blog Foco Educação Profissional

Cursos online, dicas, mercado e muito mais

atividades de reforço
 Equipe Foco Educação Profissional  26/04/2017
Reforço escolar: sua importância, cursos online e 5 formas para inovar

A rotina escolar da maioria das crianças em fase escolar é bem parecida. Vão à escola e levam tarefas para casa, onde também precisam estudar para provas e trabalhos eventuais. Muitas delas contam com a ajuda de pais e demais familiares para realizar as lições pedidas, no entanto, isso pode não ser suficiente para todas. É aí que está a diferença, algumas crianças precisam do conhecido reforço escolar, afinal, cada uma apresenta um ritmo diferente de aprendizagem, fato que é absolutamente normal. Por isso, é necessário que profissionais de educação se conscientizem da importância de um acompanhamento escolar mais aprofundado, o que ajuda a descobrir quais jovens apresentam maiores dificuldades.

Professores, coordenadores e demais responsáveis pelo ensino de crianças e adolescentes, pais e demais interessados podem garantir conhecimentos a respeito das aulas de reforço em cursos online. Eles são práticos e muito eficientes na hora de atualizar e aperfeiçoar conteúdos já aprendidos ou capacitar profissionais para determinadas funções. Aqui no Foco Educação Profissional oferecemos o Curso Online A Importância do Reforço Escolar. Se a sua missão é lecionar para alunos, sejam eles do ensino fundamental ou médio, considere fazê-lo para melhorar seus conceitos sobre como dar aulas de reforço escolar e conhecer muitas informações indispensáveis.

Aproveite este artigo para desvendar dados importantes sobre as aulas de reforço escolar e como você pode se qualificar para ser eficaz nesse processo.

Reforço escolar: importante para a aprendizagem

A importância do reforço escolar se vale para aquelas crianças que não conseguem acompanhar a cadência do ensino formal - que se divide entre o aprendizado na escola e os deveres de casa. Elas podem vir a sofrer dificuldades em qualquer matéria, e ao identificar o problema, o educador ou a escola devem comunicar aos pais para que tomem precauções. A problemática, no entanto, está no preconceito enraizado na sociedade com as aulas de reforço.

Muitas pessoas acreditam que esse tipo de ensino "extra" evidencia que seu filho está abaixo de outros alunos, mas muitas vezes, o bloqueio ao aprender tem muitas outras razões. “Seja pela falta de afinidade com algumas matérias, seja por problemas emocionais pontuais, há momentos em que o aprendizado se perde em sala de aula e o reforço escolar entra como um resgate do prazer pelo estudo”, ressalta a pedagoga Leila Amaral.

Outra dúvida recorrente de pais é: se há a escola para aprender por que então fazer reforço, que demandará ainda mais gasto e tempo? Os especialistas defendem que a prática deve ser encarada como um ensino complementar às aulas do dia a dia, e que pode ser capaz de despertar o interesse dos alunos até para matérias que antes não gostavam. Por isso os pais e responsáveis devem deixar a resistência de lado e incentivar seus filhos a buscarem mais conhecimento sempre.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Foco Educação Profissional você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso a mais de 750 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Dados importantes sobre reforço escolar 

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº 9.394 estabelece a "obrigatoriedade de estudos de recuperação, de preferência paralelos ao período letivo, para os casos de baixo rendimento escolar, a serem disciplinados pelas instituições de ensino em seus regimentos". Desta forma, as aulas de reforço escolar devem acontecer em um período diferente da escola regular, seja antes ou depois das aulas ou até mesmo aos finais de semana. Para ajudar seus alunos, as escolas podem proporcionar ações de reforço para aqueles que têm dificuldades específicas ou até para quem quer aprender mais sobre um assunto. Os próprios educadores da grade tradicional da instituição podem ser os regentes dessas aulas ou os que são contratados para essa finalidade. 

Quando falamos de escolas privadas, a formulação de projetos de reforço convocam menos processos burocráticos e dependem da iniciativa das mesmas, assim como da adesão dos alunos. Mas ao se tratar de escolas públicas, os impasses são maiores, pois a lei esbarra nos interesses dos estados e municípios. Em São Paulo, por exemplo, o governo estadual reduziu drasticamente o atendimento aos estudantes que realizavam aulas de reforço.

Para efeito comparativo, em 2012 haviam 33,5 mil alunos reforçando conhecimento fora do horário no estado, e em 2015, o número caiu para 18,5 mil. O corte também ocorreu para os professores chamados de "auxiliares", de 40 mil, passaram a ser somente 4 mil. Ao mesmo tempo, a Secretaria Estadual de Educação diz que há uma plataforma online para os alunos estudarem conteúdos específicos, denominada Aventuras do Currículo+. No entanto, não há dados precisos ou metas sobre esse sistema, como evidencia a matéria na Folha de S.Paulo.

A ideia de oferecer didáticas por meio da internet tem crescido no Brasil e vai além dos projetos dos governos, que ainda não obtiveram resultados comprovados. Há instituições especializadas em cursos a distância que podem auxiliar no reforço escolar. Os jovens podem aperfeiçoar seus conhecimentos a partir de seu próprio computador e de um lugar que seja agradável para si. Aqui no Foco Educação Profissional, por exemplo, há cursos EaD sobre variadas disciplinas como História do Brasil, Geografia, Técnicas de redação e Funções matemáticas.

Assim como os alunos, professores e pedagogos também podem se beneficiar com cursos online com certificado a respeito do tema. Como mencionamos anteriormente, disponibilizamos o curso online A Importância do Reforço Escolar, voltado principalmente para educadores. Ele oferece um conteúdo programático completo sobre os conceitos, as metodologias e avaliações que devem ser aplicadas. É uma ajuda e tanto para quem realiza esse tipo de trabalho.

curso online a importância reforço escolar

Dificuldades x transtornos de aprendizagem

Como podemos ver na determinação da Lei 9.394, há a indicação de aulas de reforço para alunos ditos com "baixo rendimento escolar". É importante frisar que estes são aqueles que sofrem com dificuldades de aprendizagem pontuais em determinadas disciplinas, como em Ciências ou Inglês. Neste caso, eles precisam de ajuda extra para sanar dúvidas e melhorar o aproveitamento dos estudos. A escola e professores podem fazer a verificação do desempenho escolar dos alunos através da assiduidade e das notas em avaliações e trabalhos. Quem não alcançar o rendimento padrão em relação aos demais, deve ser melhor observado e encaminhado para atividades de reforço.

De acordo com a orientadora educacional Keila Parente, esses problemas têm diversas causas. "As dificuldades no processo da aprendizagem podem acontecer em função de diversos fatores que envolvem desde o estudante até a família e escola, como por exemplo: inadequação dos métodos de estudo, falta do hábito de estudar, ausência ou inadequação de supervisão familiar em relação ao jovem e seus estudos, perdas emocionais e até sono irregular". As técnicas e abordagens disponibilizadas em cursos EaD podem ajudar professores no ensino destes alunos.

Este grupo, contudo, não pode ser confundido com os estudantes que têm transtornos de aprendizagem. Essas manifestações têm origem orgânica e estão relacionadas ao desenvolvimento de funções cerebrais importantes para a aquisição de conhecimentos. São problemas de concentração, compreensão de letras ou números, de fala ou escrita, entre outros, que afetam cerca de 6% das crianças do mundo todo. A supervisão a esses alunos pode ser feita da mesma forma que alunos com dificuldades específicas, com acompanhamento escolar e encaminhamento para aulas de reforço, no entanto, é mais indicado que as aulas tenham ritmos e didáticas diferentes. Afinal, cada aluno terá um diagnóstico particular. 

Em cursos a distância você pode aprender sobre deficiências de aprendizagem e como ajudar jovens que convivem com elas. Para uma melhor compreensão, elencaremos as principais abaixo:

  • Dislexia: essa dificuldade prejudica a criança e pode se estender até a vida adulta. Ela impede que o aluno leia fluentemente por que provoca trocas ou omissões de letras, inverte sílabas, pulos de linhas, etc. Por conta desses sintomas, a leitura se torna lenta e a compreensão fica prejudicada. A dislexia é um dos temas que pode ser estudado em cursos online com certificado, vale a pena incorporar esse conhecimento no currículo.
  • Disgrafia: é a dificuldade na escrita. Normalmente ela é tratada como uma consequência da dislexia. Além disso, é caracterizada por letras mal traçadas, próximas umas das outras e desorganizadas.
  • Discalculia: é caracterizada pela dificuldade em resolver cálculos matemáticos. Geralmente, as crianças com esse problema não identificam os sinais das operações e não sabem usá-los, não entendem as explicações, sequências lógicas e os enunciados de problemas.
  • Dislalia: consiste na dificuldade na emissão da fala. Esses alunos apresentam pronúncias inadequadas das palavras, trocam fonemas e sons. É mais comum em sofre com problemas no palato, flacidez na língua ou lábio leporino.
  • TDAH: O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade apresenta sinais de alta ansiedade, impulsividade, inquietude, falta de atenção e foco, entre outros. Os professores podem identificar essas caracteristicas nas crianças e encaminhá-las para um especialista. Esse é um tema atual e que pode ser aprofundado em cursos online.

Com as aulas de reforço escolar, as crianças e adolescentes com dificuldades ou transtornos de aprendizagem passam a enxergar conteúdos que antes eram maçantes e difíceis com um olhar mais receptivo. Eles utilizarão as dicas dadas pelos professores de reforço para melhorar suas condições na escola e garantir uma formação mais completa. Os educadores devem trabalhar com resultados a médio ou longo prazo e ter a missão de formar seus alunos para o futuro profissional. Por isso, quanto antes forem identificados os problemas, melhor a chance de um aproveitamento 100%.

curso online importância reforço escolar

Como fazer valer a pena

Agora que você já viu que esse processo de recuperação é importante, vamos mostrar dicas de como dar aulas de reforço escolar mais eficientes. É importante que os professores, pais e alunos tenham em mente que essas aulas não substituem as de ensino regular. Ao aprender mais sobre essa didática em cursos a distância, você vai entender que ela deve ser encarada como uma força auxiliar às aulas tradicionais, aumentando a probabilidade de sucesso na aprendizagem.

Desta forma, as atividades de reforço podem fugir do habitual e ganhar uma renovação pedagógica. Ou seja, o professor poderá inovar para chamar a atenção dos alunos e, consequentemente, atingir os objetivos. Veja abaixo 5 ideias para fazer as aulas de reforço valerem a pena:

1 - Aulas mais divertidas

Alunos que precisam de recuperação costumam ficar chateados e não aceitam essa novidade como algo positivo. Como isso é natural, cabe ao educador utilizar artifícios para incrementar suas aulas, a fim de deixá-las mais atraentes. Levando em consideração as séries e os problemas de cada aluno, o professor pode apresentar à sala materiais e atividades divertidos, como jogos, brinquedos, músicas, teatro, livros e muito mais. Aqui no Foco Educação Profissional temos duas dicas de cursos EaD indispensáveis para professores que querem inovar em suas aulas: os cursos de Ludicidade e de Materiais Alternativos para a Utilização em Sala de Aula. São dois cursos online com certificado que agregam bastante ao currículo e ajudam a melhorar a dinâmica de ensino.

2 - Tecnologia a favor

A tecnologia pode ser uma aliada na hora de ajudar alunos com dificuldades. O professor pode utilizar jogos, vídeos, simuladores e outros recursos eletrônicos para ensinar as disciplinas propostas. Existem softwares apropriados para complementar o material didático de escolas, que proporcionam conhecimentos de uma forma mais aproximada dos alunos. É uma maneira de apresentar elementos conhecidos dos estudantes para que eles se sintam mais a vontade em aprender conteúdos difíceis.

3 - Atendimento personalizado

Crianças e adolescentes possuem interesses, habilidades e ritmos de aprendizagem diferentes. É fundamental que os professores compreendam isso e elaborem atividades de reforço que respeitem o tempo e a dificuldade de cada um. Da mesma forma que é necessário fazer o acompanhamento escolar, é sugerido a utilização de plataformas, etapas e métodos de ensino diferentes para cada grupo. Desta forma, o educador diminui a ansiedade e a competitividade agressiva entre os alunos.

4 - Incentivo à cooperação

Estimular a interação entre a sala transforma a aula de reforço muito mais atrativa. Alunos que têm mais facilidade com matemática podem ajudar aqueles que têm dúvidas nesta matéria, e assim por diante. Uma abordagem pedagógica interessante é implantar uma espécie de ensino híbrido na sala de reforço. A classe pode ser dividida em "áreas de trabalho", nas quais oferecem atividades diversas para grupos de crianças. Com um tempo estabelecido para finalizar cada ação, os alunos desempenham seus papeis e ajudam uns aos outros. Além de aprender as matérias que têm dificuldades, melhoram suas habilidades socioemocionais.

Os certificados do Foco Educação Profissional podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Foco Educação Profissional você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos mais de 750 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

5 - Ajuda dos pais

É muito comum os pais ficarem ansiosos pelos bons resultados do aprendizado de seus filhos. No entanto, essa atitude pode vir a prejudicar o andamento da escola e, se for o caso, do reforço escolar. O mais indicado é que eles não tenham um olhar crítico sobre a criança ou adolescente, mas sempre ofereçam apoio no que eles precisarem. É importante que haja uma conexão entre a escola e os respondáveis pelos alunos para decidirem como ajudá-los melhor.

Aprenda sobre reforço escolar e aplique seus conhecimentos

Com a ajuda dos pais e professores, alunos com dificuldades ou transtornos de aprendizagem podem melhorar o aproveitamento escolar e garantir excelentes retornos no final do ano letivo. Sem dúvidas, as aulas de reforço podem participar desse processo como modo de agregar conhecimentos e estimular a prática de estudos a esses alunos.

Com o curso online A Importância do Reforço Escolar, os participantes descobrem como dar aulas de reforço escolar seguindo métodos conceituados. Pode ser o que você precisava para aprimorar seus conhecimentos sobre o assunto. Que tal experimentar? Faça já sua inscrição em nosso portal. Investindo apenas R$69,90 você pode realizar este e os cerca de 700 cursos online disponíveis.

Espero que tenha gostado do artigo. Qualquer dúvida que tiver deixe um comentário abaixo, que nós responderemos o mais breve possível. Até a próxima!

Data Modificação  13/04/2017
Colunista

Equipe Foco Educação Profissional

 

.

 Aguarde...

© Foco Educação Profissional - Todos direitos reservados

  • Belo Horizonte - MG +55 (31) 2595-0784
  • Rio de Janeiro - RJ +55 (21) 3828-0256
  • São Paulo - SP +55 (11) 4858-9920
  • Salvador - BA +55 (71) 2886-0540
Use seu smartphone para ler este codigo.

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r