Quando você ouve falar em Psicomotricidade, o que vem à sua mente? Para a maioria das pessoas, este termo está relacionado única e exclusivamente ao movimento do corpo. Mas a questão vai muito além. Desde a nossa concepção lidamos com movimentos corporais que, aliados às emoções e ações, amadurecem e projetam uma forte estrutura que influi diretamente no comportamento do indivíduo. Principalmente quando relacionada às ações propostas pela estimulação dos processos de aprendizagem na Educação Infantil, há a necessidade de os profissionais da área buscarem conhecimentos relevantes sobre o tema.

Para que você que já atua na área ou está pensando em entrar no segmento da Educação Infantil, é indispensável que você domine o assunto Psicomotricidade. Para lhe auxiliar, preparamos este artigo super completo dedicado ao tema, abordando os principais tópicos desta ciência em apenas 4 passos. Para complementar, lhe daremos dicas de como se qualificar através de cursos EAD. Existem bons cursos online, por exemplo, focados nos aspectos práticos e teóricos da Psicomotricidade na Educação Infantil, perfeitos para valorizar o currículo com informações de valor.E então, vamos começar?

O que é Psicomotricidade na Educação

Segundo a ABP, Associação Brasileira de Psicomotricidade, o termo Psicomotricidade traz como significado a junção das funções psíquicas e motoras do ser humano, tendo como princípio o amadurecimento do sistema nervoso. Este processo de maturação é relacionado à origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas. A ABP define ainda a Psicomotricidade como sendo a ciência que estuda o ser humano através de seus movimentos corporais + ações + emoções.

Resumidamente, a ciência pode ser explicada como a capacidade do ser humano em determinar e executar mentalmente os seus movimentos corporais, desde que estes movimentos encaixem-se perfeitamente ao tempo e espaço exterior, considerando não somente o ambiente, mas também o convívio social com os demais indivíduos. Atualmente, temos à disposição bons cursos EAD neste tema, que podem auxiliar seu estudo.

Para entender, de fato, as linhas de análise da Psicomotricidade, é preciso conhecer em detalhes seus princípios, sua relação com a Educação Infantil, bem como suas vantagens e benefícios, além de como a Psicomotricidade pode ser estimulada dentro de sala de aula. Descubra a seguir, através de 4 passos, todos os conceitos e definições relacionados à Psicomotricidade na Educação Infantil, além de dicas práticas e as melhores opções em cursos de capacitação.

Cursos relacionados que podem te interessar:

1. Princípios Básicos

Os princípios básicos da Psicomotricidade estão relacionados aos elementos psicomotores. As denominações e terminologias utilizadas para cada elemento deste grupo podem ser diferenciadas em determinados lugares do mundo, porém, suas definições e conceitos são iguais. Para que você inicie seus estudos na área da Psicomotricidade, deve ter os conceitos e definições a seguir bem claros. São 9 elementos psicomotores, os quais podem ser conhecidos a seguir:

  • Esquema corporal – Considerado o principal elemento relacionado à Psicomotricidade na Educação, o esquema corporal é caracterizado pelo conhecimento pré-consciente do indivíduo em relação ao seu próprio corpo, de modo que seja possível executar movimentos e lidar de forma madura com objetos e pessoas em seu entorno, bem como o espaço e ambiente. Para que o esquema corporal se desenvolva é necessário relacionar as informações proprioceptivas ou cinestésicas. Com o passar dos anos tais informações vão amadurecendo, se desenvolvendo e se moldando à estrutura corporal do ser humano.
  • Imagem corporal – A imagem corporal é o elemento necessário para a construção do esquema corporal. Ambos são dependentes. Trata-se da representação inconsciente que temos acerca do nosso próprio corpo. Tal representação é oriunda dos traços maternos e paternos, além de nosso desejo interno. Essa representação começa a tomar forma já a partir dos 6 meses de idade, fase em que os bebês já conhecem decifrar suas imagens refletidas em um espelho.
  • Tônus – O conceito de tônus muscular está diretamente ligado à fisiologia: quando em repouso, os músculos recebem uma tensão leve, proporcionando equilíbrio estático e dinâmico, coordenação e postura, independente da posição em que o indivíduo se encontra, sejam parados ou em amplo movimento. Cursos à distância relacionados à Educação Física Adaptada podem dar um grande suporte nesta questão.
  • Organização espaço-temporal – Para que haja um cenário de organização espaço-temporal, é indispensável que o indivíduo tenha noções básicas de espaço como perto, longe, em cima, embaixo, dentro, fora, ao lado de, antes e depois. Atividades que possibilitem o estímulo à estes elementos podem ser realizados com o suporte de bons cursos à distância relacionados à Educação Infantil. A organização espaço-temporal está atrelada à capacidade de movimentação e orientação num espaço e tempo dispostos.
  • Ritmo – O ritmo é caracterizado pela execução ordenada de um movimento, como por exemplo, pular corda ou dançar uma música seguindo uma sequência determinada de passos. Vale salientar que para que exista o ritmo é imprescindível a existência de organização espaço-temporal.
  • Coordenação global ou motricidade ampla – Na coordenação global ou motricidade ampla, há a utilização de diversos grupos musculares na execução de movimentos amplamente complexos e voluntários, sempre de forma simultânea. O principal exemplo deste elemento psicomotor é a ação de caminhar: para que haja o deslocamento do corpo, os músculos e membros inferiores e superiores movimentam-se através da coordenação motora ampla, de forma alternada.
  • Motricidade fina – A motricidade fina é definida pela capacidade do indivíduo em realizar pequenos movimentos coordenados, sendo que estes movimentos são executados utilizando os grupos musculares das extremidades. São os chamados movimentos de precisão. Podem exemplificar este elemento psicomotor as ações de bordar, costurar, escrever, cortar com o auxílio de uma tesoura ou digitar. Há de se saber que a motricidade fina é um dos elementos principais da Psicomotricidade que devem ser trabalhados com força nos primeiros anos de vida, com observância na Educação Infantil.
  • Lateralidade – A lateralidade pode ser observada facilmente ao longo do nosso dia a dia. Trata-se da capacidade do indivíduo em utilizar os dois lados do corpo para a execução de tarefas simples como abrir uma porta, por exemplo. Um indivíduo canhoto, quando está com sua mão ocupada, é capaz de abrir a porta utilizando a mão direita. Este elemento deve ser diferenciado da dominância lateral, que consiste em possuir mais habilidade em um dos lados do corpo, como acontece com a ação da escrita em pessoas destras e canhotas. Quem escreve com a mão direita, por exemplo, possui dominância cerebral direita.
  • Equilíbrio – É definida como equilíbrio a capacidade do indivíduo em manter-se firme sob uma base reduzida, parado ou em movimento, através de ações musculares específicas. O equilíbrio pode ser dinâmico ou estático; sendo o dinâmico caminhar sobre um trajeto estreito, como uma prancha, por exemplo, e o estático manter-se sentado em uma cadeira em uma mesma e correta posição.

2. Psicomotricidade na Educação Infantil

O que é Psicomotricidade na Educação Infantil? Nesta fase escolar, o termo pode ser definido como o estímulo à prática de movimentos em todas aas faixas-etárias. Tais estímulos são propostos através de atividades de Psicomotricidade na Educação Infantil, as quais atuam diretamente no processo de aprendizagem e desenvolvimento psicológico, motor e cognitivo. As atividades propostas referem-se a uma questão muito mais ampla do que o simples brincar: através de projetos específicos, as crianças aprendem, desde cedo, a se relacionar com os demais indivíduos nos espaços de convivência.

É muito importante frisar que as atividades propostas pelos educadores devem ser de cunho lúdico e divertido, gerando total interesse nos pequenos. Por meio de alguns cursos online com certificado, como o curso online Brincadeiras para Recreação Infantil – disponibilizado aqui pelo Foco Educação Profissional – os educadores e demais interessados na temática refletem sobre como trabalhar os conhecimentos adquiridos junto às técnicas de Psicomotricidade na Educação Infantil.

Uma vez que o indivíduo descobre suas possibilidades e limitações, claro que dentro do processo natural de aprendizagem e sempre através das técnicas relacionadas à Psicomotricidade na Educação Infantil e atividades, torna-se capaz de expressar suas ideias e opiniões, desenvolver e amadurecer habilidades motoras, desenvolver movimentos rítmicos de dança e desenvolver/fortalecer as habilidades motoras finas, estimulando ainda mais a aprendizagem oral e escrita.

3. Atividades Práticas

Como já te dissemos, é possível conhecer um pouco mais sobre as brincadeiras e jogos direcionados à Educação Infantil realizando bons cursos EAD relacionados ao assunto. Aliás, aqui no Foco Educação Profissional você tem acesso a dezenas de cursos online que podem lhe auxiliar no estudo da Psicomotricidade. Para complementar ainda mais a sua formação, relacionamos abaixo alguns exemplos de atividades de Psicomotricidade na Educação Infantil, as quais você pode utilizá-las em planejamentos pedagógicos.

- A ‘Siga o Chefe’, brincadeira que trabalha a área percepto-cognitivo, estimula os aspectos visuais e de espaço, fortalecendo a coordenação de movimentos nos processos de aprendizagem. Para realizá-la, os alunos devem formar uma fila indiana atrás do chefe (de preferência, que seja o professor) e, ao seu comando, deverão imitar todas as suas ações, que podem ser pulos, mímicas, passos de dança, entre outros. O aluno que em algum momento não seguir os comandos pagará um "mico" e irá para o final da fila. As atividades de Psicomotricidade na Educação Infantil que integram todos os alunos e o professor geralmente sempre são divertidas e cumprem com seus objetivos.

- Na ‘Dança do Jornal’, que trabalha os aspectos socialização e percepção espacial, os alunos deverão dançar ao som da música escolhida pelo professor, em cima de uma folha de jornal, sem rasgá-la e muito menos sair de cima do papel. Os alunos devem ser organizados em pares, a fim de tornar a brincadeira ainda mais competitiva. Vence o jogo a dupla que permanecer dentro do espaço delimitado, sem rasgar o jornal, até o final do jogo. Ressaltamos que os jornais devem ser dispostos com certo espaço de distância, de modo que a atividade seja realizada de modo confortável às crianças.

- A ‘Chapéu ao Alto’ é outra brincadeira que não pode ficar de fora dos processos que trabalham o combo Psicomotricidade na Educação Infantil e atividades. Necessitando apenas de um chapéu para iniciar, esta atividade estimula e desenvolve a agilidade, coordenação motora, atenção e reação. Funciona da seguinte forma: a turma se organiza em círculos, com um colega no centro. Este é o chefe. Ele deverá escolher um comando qualquer que deverá ser repetido por todos do círculo. Neste momento, o chape é jogado para o alto. Enquanto o chapéu não cai no chão, as crianças devem continuar com os movimentos, devendo pará-los apenas quando o objeto tocar o chão. Sai da brincadeira o colega que prosseguir com os comandos.

Os certificados do Foco Educação Profissional podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

4. Cursos para Professores

Para total êxito na prática da Psicomotricidade na Educação Infantil, é fundamental que os educadores contem com um currículo repleto de cursos de formação e capacitação que os preparem para enfrentar os desafios psicomotores dentro de sala de aula. Além dos cursos à distância direcionados às brincadeiras e atividades para recreação infantil, apresentamos a você o curso online Psicomotricidade na Educação Infantil, o curso mais completo relacionado ao tema oferecido pelo Foco Educação Profissional.

Além de refletir sobre o que é Psicomotricidade na Educação Infantil, o conteúdo foca seus estudos no estímulo dos processos de aprendizagem através de atividades lúdicas recreativas. Visando total capacitação profissional, os interessados receberão dicas e informações relacionadas à Psicomotricidade na Educação e atividades, bem como:

  • Fases do desenvolvimento na faixa etária de 0 a 6 anos.
  • Estimulação psicomotora na aprendizagem infantil.
  • Recreação e Ludicidade como instrumentos pedagógicos.

Finalizando cursos online com certificado nesta área, espera-se que os inscritos direcionem suas ações e planejamentos visando o melhor aproveitamento das técnicas e elementos abordados pela Psicomotricidade na Educação Infantil e atividades relacionadas.

Dica extra: além dos cursos online relacionados especificamente à Psicomotricidade na Educação, o Foco Educação Profissional disponibiliza ainda alguns outros cursos que podem complementar sua qualificação, como é o caso do curso online Psicomotricidade e Educação Física Adaptada e do curso online Ludicidade. Todos os cursos disponíveis no portal trazem consigo a possibilidade de emissão de certificado, que pode ser utilizado para valorização do currículo, complementação de carga horária em cursos técnicos e faculdades ou, ainda, progressão de carreira em órgãos públicos.

Agora que você já desvendou o que é Psicomotricidade na Educação Infantil, que tal se aprofundar ainda mais com os nossos cursos online? Saiba que o Foco Educação Profissional disponibiliza cerca de 700 cursos online com certificado, pelos quais já passaram mais de 140 mil alunos. Nosso diferencial? Além de um conteúdo exclusivo, criado por um departamento pedagógico de excelência, oferecemos todo este conhecimento pelo investimento único de R$69,90, liberando o aluno para acessar o portal ilimitadamente, durante 1 ano. Gostou da ideia? Então faça sua inscrição. Em caso de dúvidas, deixe seu comentário que logo responderemos.