Assistência social: já parou para pensar o quanto essa área é abrangente e inspiradora? Pois é. Além disso, faz a diferença na vida de muitas pessoas que dependem de programas, campanhas ou auxílios, conhecimento e condições de se tornarem cidadãos melhores. Se há um profissional que ajuda realmente a mudar vidas, com certeza podemos citar o assistente social.

Tanto por isso, um especialista nessa área deve amar o que faz e estar sempre engajado em diversos meios, entendendo tudo que é pertinente a seu ramo, com base nas leis e decretos vigentes. Não é à toa que, para se manter atualizado, é preciso estudar muito, seja com materiais disponibilizados pelos órgãos públicos e organizações em geral quanto com cursos online que certificam a respeito de diversos assuntos. 

Além de se tornar um profissional de excelência e pronto para auxiliar pessoas nas mais diversas condições, fazer cursos online com certificado te deixa com o conhecimento e perspectiva de diferentes ramos, para aprender a lidar tanto com crianças quanto com idosos, por exemplo. Sendo assim, há ganhos em sua formação e fazem de você um destaque positivo, aquele funcionário versátil que está sempre buscando o máximo em sua área de atuação. 

Pensando nesse objetivo, preparamos este artigo com um guia definitivo e dicas de cursos online em assistência social para tirar as principais dúvidas de estudantes, atuantes e pessoas que desejam saber mais sobre o que é serviço social e até têm planos de tornarem-se voluntários no futuro. Os ganhos são enormes e não muda apenas a vida de quem precisa, mas a sua também.

O que é assistência social?

Assistência social é, no contexto geral, um conceito visto como direito básico a todas as pessoas expostas à situações e condições de risco, que precisam de um acompanhamento e atendimento direcionado para auxiliar e dar fim às suas necessidades, das mais simples às complexas. Comum a toda legislação e destaque em diversas organizações, tem como objetivo manter uma política de responsabilidade social que agregue a todos e ajude a atender indivíduos que estão a mercê de problemas geralmente ligados à falta de recursos básicos para sua sobrevivência, causados tanto pela pobreza quanto pelo abandono, incapacidades, uso de drogas, doenças, entre outros fatores que podem afetar uma pessoa ou um grupo. 

São vários conceitos a considerar quando se trata de serviço social. Em todo caso, a reabilitação da dignidade de pessoas para serem cidadãos melhores e com todos seus direitos garantidos é a meta de um profissional desse ramo, com foco especialmente em quem é mais vulnerável ou faz parte de minorias: mulheres, crianças - em situação de rua, abandonadas ou que passam por maus tratos -, pessoas com deficiência, idosos, dependentes químicos, marginalizados (por etnia, orientação sexual, etc.), entre outros casos que dependem de um trabalho direcionado para sua adaptação, aceitação e amparo junto à sociedade. 

Logo, como se trata, basicamente, do contato com pessoas de diferentes personalidades, vivências e educação, é preciso ter em mente que a assistência social é mais do que uma carreira, e sim um desafio para muitos, pois o que não faltam são situações chocantes e que levam a diversas reflexões. Estar ciente e amar o que faz é essencial para toda área, mas nessa é primordial ter o total interesse em pensar no próximo e o quanto é inspirador participar de sua transformação.

Para aqueles que já atuam ou desejam trabalhar com assistência social, é importante compreender e ter essa noção sempre, agindo como um verdadeiro conselheiro a fim de fazer valer o que pertinente a todos os necessitados. Para isso, mais do que a força de vontade, a qualificação é perfeita, sobretudo por meio de cursos à distância, alternativas práticas e eficientes indicadas para todos aqueles que estão dispostos a aprender em um ambiente digital moderno, interativo e rico, proposta de todos os cursos online do Foco Educação Profissional.

Assistência Social: uma área abrangente e inspiradora

Como é a área de assistência social no Brasil?

Por aqui, ser assistente social é realmente um desafio, visto os inúmeros problemas que o país passa em diversos setores, quase sempre pela desigualdade que ainda é grande e precisa ser combatida. E é justamente por isso que, segundo a Constituição de 1988, trata-se de uma política pública, um dos pilares da seguridade social, dever do Estado e direito de todo cidadão que necessita de acompanhamento. 

A regulamentação da assistência social no Brasil está pautada pela LOAS – Lei Orgânica da Assistência Social, que surgiu em 1993 e tem como objetivo principal o ‘’direito do cidadão e dever do estado, é política de Seguridade Social não contributiva, que provê os mínimos sociais através de um conjunto integrado de ações de iniciativa pública e da sociedade, para garantir o atendimento às necessidades básicas, visando ao enfrentamento da pobreza, à garantia dos mínimos sociais, ao provimento de condições para atender contingências sociais e à universalização dos direitos sociais”. 

Segundo a LOAS, o serviço social vigente no Brasil é indicado para ‘’proteção à família, à maternidade, à infância, à adolescência e à velhice; o amparo às crianças e adolescentes carentes; a promoção da integração ao mercado de trabalho; a habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiências e a promoção de sua integração à vida comunitária; e a garantia de 1 (um) salário mínimo de benefício mensal à pessoa idosa e ao portador de deficiência’’. 

Assim, com esse decreto e a abrangência para diversos grupos e individuos vitimizados, logo esse padrão se tornou mais que um benefício, e sim uma obrigatoriedade. Com a coordenação atual do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário, são feitos estudos, pesquisas e trabalhos que são ampliados, democratizados e praticados por dois setores: a PNAS e o SUAS. 

O que é PNAS?

Após muitos debates e estudos, a Política Nacional de Assistência Social foi criada em 2004 basicamente para fazer valer, na prática, tudo que é descrito na LOAS. Trata-se de um plano mais eficiente e direcionado para integrar tudo o que diz respeito ao serviço social e responsabilidade social no Brasil, com ações mais relevantes e menos burocráticas. Assim, o objetivo essencial da PNAS é tratar a assistência social como uma área que aborda os mais diversos casos, com apoio e acompanhamento em várias etapas e com meios padronizados, focando mais na estrutura do problema em si do que na simples ‘’caridade’’. É entender o problema, o sistema em que foi criado e trabalhá-lo de modo otimizado para que seja cessado. 

Por meio de processos, profissionais e pesquisas, esse programa foi primordial para a descentralização e a validação dos direitos das pessoas necessitadas. Por isso, vale a pena se aprofundar em seu estudo e compreender o passo a passo de suas metas, descritas em muitos cursos EAD na área de assistência social do portal, que agregam valor ao currículo e ainda te deixam por dentro desse assunto fundamental a todo especialista.

O que é SUAS?

Derivado da PNAS, como um modelo de gestão que visa a participação, democratização, processos e instâncias fundamentais para que os serviços ligados a esse setor cheguem a toda a população que está em um grupo de risco, o SUAS – Sistema Único de Assistência Social foi criado em 2005 e, desde então, é vigente em todo o território brasileiro.

Quando se trata desse projeto, com vários conceitos que têm sido muito elogiados por especialistas, há o acesso de programas que seguem linhas básicas e especiais. No primeiro caso, aborda o que é essencial para a sobrevivência: alimentação, saúde e educação. Para citar exemplos, inclui-se nesse termo o programa Bolsa Família, o maior quando se trata de assistencialismo no Brasil, que tem cerca de 1,6 milhão de famílias cadastradas atualmente. 

Já em casos especiais, pode-se incluir estados de total vulnerabilidade em que é preciso de uma equipe direcionada a sua solução, para avaliar o fato de modo aprofundado e pensar nas melhores estratégias para chegar a uma meta estabelecida. Pode ser desde crianças em situação de risco (abandonadas, na rua, que sofreram abuso sexual) até idosos que são maltratados ou indivíduos que, de determinadas formas, tiveram seus direitos feridos. 

Assim, tanto um assistente social quanto psicólogos, juízes e demais profissionais têm a missão de fazer um trabalho conjunto para decidir o que é melhor para a vítima, considerando sempre os níveis de média e alta complexidade. Essa gestão é funcional por aqui e inerente a todas as regiões brasileiras, que possuem os CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), unidade pública que organiza as regras e atividades baseadas no SUAS. 

É interessante esclarecer que essa é apenas uma visão geral dos programas, que possuem diversas características fundamentais que são importantes para compreensão. Para isso, o Curso Online SUAS – Sistema Único de Assistência Social, é um dos cursos à distância mais recomendados. É uma opção interessante e que qualifica muitos estudantes e pessoas que desejam entrar na área entendendo todos os seus conceitos, o que ajudará em uma entrevista de emprego, na conquista de uma vaga ou em um concurso público, já que essas questões teóricas são recorrentes. Assim, seus objetivos podem ser conquistados facilmente, desde que você tenha dedicação para aprender tanto com cursos online quanto com outras ferramentas excelentes. 

Cursos relacionados que podem te interessar:

O que faz um assistente social? Qual o campo de atuação?

Promover a cidadania e o assistencialismo, com o objetivo de dar fim a problemas que afetam o bem-estar físico e psicológico das pessoas, bem como a garantia de seus direitos básicos, é o que move um assistente social que visa ter espaço e destaque nessa área tão inspiradora. O campo de trabalho é grande e vai desde setores governamentais e públicos até organizações não governamentais (ONGs) e empresas privadas.

Uma pessoa formada em serviço social pode atuar tanto no CRAS quanto nos espaços públicos voltados à assistência social presentes em praticamente todas as cidades brasileiras, bem como lugares que necessitam desses especialistas: abrigos, presídios, fundações de amparo a menores infratores, entre outros. Essas funções são determinadas, geralmente, por concursos públicos bastante concorridos e com variadas questões que exigem dos interessados muito conhecimento. Portanto, estudar é fundamental, ‘’devorando’’ os guias do assunto e contando com outras ferramentas práticas, como os cursos EAD que contam com manuais direcionados e especializados. 

Já a atuação em ONGs também é conveniente para um assistente social, pois o terceiro setor (além da administração pública e da iniciativa privada) é ascendente no Brasil visto a necessidade do atendimento a muitas pessoas necessitadas. Temos por aqui diversas entidades que visam a ressocialização e auxílio dos vulneráveis em diferentes condições. Além disso, um profissional da área pode também criar sua própria entidade, desde que esteja de acordo com os parâmetros vigentes na legislação - descritos e atualizados em grande parte dos cursos online em assistência social do nosso portal. 

Quando se trata de empresas privadas, o papel de um profissional desse setor pode ser tanto nas campanhas de responsabilidade social da corporação quanto em projetos feitos em parceria com a administração pública, além da atuação visando a inclusão social de determinados indivíduos ou grupos, como as pessoas com deficiência, dependentes químicos, ex-presidiários, marginalizados, entre outros casos. 

Ah, e também não dá para deixar de citar o voluntariado, pertinente sobretudo após eventos catastróficos que podem ocorrer localmente (enchentes, incêndios) ou indicado para aqueles que pretendem realizar esse trabalho no exterior. Hoje em dia, muitas agências buscam voluntários para atuarem em regiões problemáticas do mundo todo, como aquelas que passam por guerras civis. 

Em todos os casos, porém, é essencial ter paixão pela área e a vontade de fazer a diferença. Por mais que alguns processos pareçam burocráticos, é possível usar boas estratégias para dar fim a muitos problemas, e isso só acontece por meio do conhecimento, seja de um ou de diversos setores. O Curso Online Direitos Humanos, por exemplo, é uma boa proposta para começar e se atualizar sobre o que é fundamental para todo cidadão, um verdadeiro guia que deve acompanhar o assistente social sempre. Esse é um dos cursos online com certificado mais acessíveis e inspiradores do Foco Educação Profissional, pois aborda todas as leis, garantias, projetos e declarações referentes aos direitos humanos universais. Independente do seu objetivo, há assuntos que pedem conhecimento geral e ainda te deixam qualificado com um certificado que comprova todo seu interesse e tempo em aprender mais para ser um profissional capacitado. 

Os certificados do Foco Educação Profissional podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Como aprender mais sobre assistência social?

Depois de saber mais sobre a área de serviço social por meio desse guia, você deve estar animado para conhecer a fundo e estudar os mais variados parâmetros de um setor tão necessário e que ainda tem muito a crescer. Justamente por isso, precisa ter profissionais cada vez mais preparados e prontos para qualquer desafio. 

Nessa linha, além da graduação, você pode aprender mais tanto com os materiais disponíveis nos canais do governo (que abordam todos os decretos atuais) quanto com os cursos online com certificado - como os cursos online em assistência social - propostas excelentes que você pode fazer quando achar conveniente, escolhendo a carga horária mais interessante e contando ainda com um documento que comprovará os seus conhecimentos. 

Os cursos à distância do Foco Educação Profissional são perfeitos para ser um expert em assistência social, pois há opções para os mais diversos objetivos. Você pode se qualificar tanto em um tema específico quanto fazer todos para conhecer e valorizar sua carreira. Com um valor único de R$69,90, todos os cursos EAD do portal ficam disponíveis durante um ano. São mais de 700 alternativas que enriquecem sua formação e já conquistaram mais de 140 mil alunos. Que tal se inscrever e começar agora, fazendo os melhores cursos online do mercado? 

Bom, agora que já demos todas as dicas, chegamos ao fim do artigo. Esperamos que tenha gostado do conteúdo e esteja animado para ser um ótimo assistente social. Se tiver dúvidas, comente. Até mais!