Curso de cartografia: conceitos para formação pessoal e profissional - Blog do Foco Educação Profissional

 BLOG

Blog Foco Educação Profissional

Cursos online, dicas, mercado e muito mais

curso de cartografia
 Equipe Foco Educação Profissional  21/08/2017
Curso de cartografia: conceitos para formação pessoal e profissional

Estudar um mapa parece complexo pra você? Há detalhes que não consegue entender? E os símbolos, são compreensíveis? Em meio a uma infinidade de imagens e gráficos que mostram dados diferenciados, a percepção precisa ser analítica e sempre aprimorada. Imagine realizar uma prova de vestibular em que há diversos mapas para interpretar ou no cotidiano de seu trabalho, quando há um croqui que mostra informações relevantes sobre determinado tema ou setor? Esses são apenas alguns exemplos básicos que exaltam a importância de um curso de cartografia para sua formação pessoal e profissional.

A ciência que estuda tanto os mapas quanto uma série de documentos e dados está presente em muitas áreas e aparece onde se menos imagina. Matéria que ajudou a moldar a sociedade, ter noções básicas de cartografia é ótimo para muitos públicos, de educadores a engenheiros, de arquitetos a servidores públicos da área de meio ambiente, agricultura, mapeamento e até assistência social.

O aprendizado sempre abre muitas portas, e tanto com o Curso Online Introdução à Cartografia, do Foco Educação Profissional, quanto com outros cursos online, você consegue entender o que é cartografia e ficar a par de toda a sua estrutura.

Realizar um curso online é uma opção prática, segura e qualitativa. Milhões de pessoas investem nos cursos a distância para se qualificar em muitos temas de forma confortável, autônoma e primorosa. Com a cartografia não seria diferente. Por isso, decidimos abordá-la neste artigo e lhe mostrar como pode ser interessante para seu cotidiano e formação. Leia nosso texto, fique por dentro e conheça o valor dos cursos online com certificado para grandes objetivos.

Curso e noções básicas de cartografia

Conhecer a superfície terrestre e todos os seus elementos partiu de uma necessidade humana. A partir da exploração de novas terras, a noção de localização e pontos principais de um espaço, foi possível mudar diversos paradigmas e chegar ao mundo que temos hoje. Ainda assim, com certeza ainda há muito que descobrir.

A cartografia, uma das ciências mais antigas, surgiu justamente nesse contexto. É descrita como a arte de expressar graficamente o conhecimento humano sobre a superfície terrestre, bem como estudar essa realidade por meio de análises e levantamentos, sejam políticos, socioeconômicos, educacionais, ambientes, entre outros.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um dos vários órgãos brasileiros responsáveis pelo uso das ferramentas cartográficas no país, "todo produto cartográfico é sempre útil e válido para uma determinada aplicação, em um determinado instante do tempo". Com relevância para praticamente todas as áreas, um mapa e qualquer documento cartográfico serve para muitas pesquisas e objetivos distintos.

Nessa introdução à cartografia, assim como muitos cursos online referentes ao tema, há uma abordagem moderna e dinâmica sobre seu uso em nosso cotidiano e como ela pode contribuir para as ações do nosso dia a dia. Para ter ideia, o uso do GPS para se localizar, a análise de gráficos aprofundados sobre determinada região ou a simples percepção de um mapa são hábitos recorrentes que têm tudo a ver com essa ciência.

Sendo assim, a indicação de um curso de cartografia, bem como o entendimento geral de seus aspectos é muito proveitoso. Educadores podem utilizar o conhecimento dos mapas para deixar as aulas mais instigantes, enquanto um arquiteto realiza um curso online desse ramo para se atualizar sobre as características de uma planta. Já para os engenheiros, topógrafos e atuantes na área de mapeamento, vale a pena contar com essa alternativa para se atualizar e ficar sempre por dentro de suas características.

Interessante saber que a cartografia é uma matéria bastante versátil. Para se inspirar ainda mais, conheça alguns recursos essenciais e como eles têm ampla relação com muitas de nossas atividades recorrentes.

Cursos relacionados que podem te interessar:

No Foco Educação Profissional você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso a mais de 750 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Classificação e representações cartográficas

Um dos primeiros tópicos referentes às noções básicas de cartografia destaca a classificação das representações cartográficas. Embora os mapas sejam os mais populares, é importante saber que existem outros tipos com funções direcionadas – seja na representação por traço ou imagem.

Representação por traço

  • Globo: o globo é uma das representações cartográficas mais conhecidas, aquela esfera que apresenta todos os aspectos naturais e artificiais da superfície planetária com finalidade cultural e ilustrativa. 
     
  • Atlas: edição de um conjunto de mapas com diferentes temas, com finalidade de referência, cultural ou educativa. A escala pode ser menor ou maior dependendo de seu objetivo.
     
  • Mapa: representação plana em escala pequena, que aborda diversos aspectos geográficos (naturais, cuturais, artificiais, físicos, político-administrativos) seja de toda a superfície planetária ou de uma área específica. Seu uso é variado e classificado de acordo com o objetivo - geral, especial e temático são os principais. 
     
  • Carta: representação plana em escala média ou grande que mostra aspectos naturais e artificiais de uma área da superfície terrestre, em grau de precisão compatível com a escala e que facilita a avaliação de detalhes e pormenores. Embora seja mais "completa" que um mapa, a carta pode servir de auxílio para a interpretação do mesmo.
     
  • Planta: Tem escala grande e restringe a uma área limitada, com muitos detalhes e simbologias. É considerada, de certo modo, um tipo de carta.
     
  • Croqui: esboço que contém informações gerais e direcionadas sobre uma área específica, geralmente apenas para análise e estudo dos especialistas.

Representação por imagem

  • Mosaico: conjunto de imagens recortadas e montadas de forma artística ou técnica de uma determinada área. Pode ser tanto controlado (alta precisão), não controlado (montagem rápida, sem tanta precisão) ou semicontrolado (a média entre os tipos anteriores).
     
  • Fotocarta: uma espécie de mosaico controlado que apresenta tratamento cartográfico planimétrico.
     
  • Ortofotocarta: trata-se de uma perspectiva central do terreno em uma projeção ortogonal sobre um plano, complementada por símbolos, linhas e demais informações planimétricas.

Todas essas representações devem seguir normas restritas da área, então, ao definir o que é cartografia, é bom diferenciá-las. Vale lembrar que esses termos sempre caem em questões de provas de geografia e áreas correlatas - que tal contar com o Curso Online Introdução à Cartografia para não passar apuros ao realizar as avaliações?

Cartografia geral, temática, topográfica e especial

Se a cartografia é formada por diversas representações, nada mais comum do que estabelecer uma divisão de acordo com cada parâmetro. São quatro tipos básicos que se estendem tanto aos mapas quanto aos demais documentos cartográficos.

  • Geral: atende uma grande parcela de pessoas, tem cunho social e popular, para percepção ecumênica. O mapa de um país, com todas as suas características comuns é um exemplo.
     
  • Topográfica: referente aos detalhes planialtimétricos, seja de aspectos artificiais e naturais com precisão relativa à escala, distância e direção. Podemos citar os documentos utilizados em ramos como a topografia, fotogrametria e geodésia.
     
  • Especial: documentos técnicos e específicos que representam dados ou fenômenos típicos. Alguns exemplos são cartas para fins militares, cartas náuticas, mapa meteorológico, mapa magnético, mapa astronômico, entre outros.
     
  • Temática: são cartas, mapas e plantas em qualquer escala destinados para um tema direcionado e para expressão de conhecimentos de uso geral. O documento explana desde pesquisas socioeconômicas a análises de recursos naturais e estudos ambientais, revela o Departamento de Cartografia da UNESP.

Embora essa seja a classificação básica, ainda há outros ramos que podem ser descritos, como a cartografia de síntese, cartografia analítica e cartografia multimídia. Em cursos online com certificado respectivos, você pode entender melhor sobre esses tipos também, ainda mais se estuda/atua na área.

curso de cartografia

Tipos de Mapas Temáticos

Para entender melhor a cartografia temática, selecionamos alguns tipos de mapas referentes a essa classe – uma das mais destacadas e comuns, essencial nessa introdução à cartografia.

  • Climáticos: como o próprio nome indica, esse tipo de mapa mostra o clima e a precipitação de cada região, com variação de temperatura e tempo indicada por cores diferentes. Os mapas climáticos do Brasil, por exemplo, estão disponíveis no portal da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE).
     
  • Geológicos: com o uso de equipamentos diversos, como GPS, bússolas, satélites, fotografias, análises químicas, entre outras ferramentas, o mapa geológico é visto como uma projeção horizontal em escala variada dos processos de evolução da crosta terrestre, de acordo com o Serviço Geológico do Brasil.
     
  • Geomorfológicos: referem-se ao relevo e todos os elementos que fazem parte da superfície de determinada região. Têm ampla relevância no mapeamento de todo o mundo desde os primórdios da cartografia.
     
  • Clinográficos: têm relação com a declividade do terreno. Como se sabe, a terra é geoide e apresenta muitas irregularidades, um formato ondulatório que oscila de uma região para outra.

Para ter em mente: outros tipos de mapas temáticos que sempre são exaltados são o mapa hidrográfico, pedológico, náutico, arqueológico, urbanístico, faunístico, uso do solo, áreas de influência, preservação ambiental.

Variáveis Visuais ou Gráficas

É primordial tanto para um mapa quanto para qualquer documento cartográfico dispor de simbologias que são detalhadas em legendas ou convenções. Essas variáveis, como são tratadas, podem ser tanto visuais quanto gráficas, estabelecidas tanto pelo tipo quanto pelo modo de implementação e valor da percepção. Entenda basicamente esse cronograma:

  • Tipos de variáveis visuais: forma, tamanho, orientação, cor, granulação, valor.
     
  • Modo de implementação: pontual, zonal ou linear.
     
  • Valor de percepção: seletiva, associativa, dissociativa, ordenada, quantitativa.

É bom saber que, quando se trata das variáveis presentes nos documentos cartográficos, há diferenças entre legendas e convenções. Enquanto a primeira trata da simbologia explicada de modo direto, disposta em um quadro explicativo, a convenção mostra os objetos topográficos e acidentes do terreno em geral, de modo mais expressivo.

Medidas das variáveis cartográficas

Quanto às medidas das variáveis, a relação é direta tanto com a cartografia quanto com demais áreas da geografia em si, justamente para qualificar ou quantificar os fenômenos, representar/organizar os elementos  e disponibilizá-los em determinado documento, de acordo com a informação que será divulgada no mesmo. Sendo assim, podemos considerar:

  • Medida nominal: é a mais comum, aquela que nomeia os objetos sem compará-los. Existe a noção de diferença entre eles – árvore é árvore, rio é rio. O mapa de uso da terra é um tipo que se encaixa nesse padrão.
     
  • Medida ordinal: também chamada de ordenada ou hierarquizada, acontece quando há a comparação dos objetos de forma precisa, com base na análise qualitativa – do maior para o menor, dos recursos de mais destaque aqueles mais discretos.
     
  • Medida intervalar: é um tipo de medida mais avançada que a ordinal, na qual a precisão dos dados deve ser latente. Muito comum para colher informações exatas e quantitativas, como a média exata da temperatura de uma região em um período específico, por exemplo.
     
  • Medida proporcional: por fim, essa medida é vista como uma intervalar mais apurada e refinada, em sistema de classificação. Dentre os parâmetros populares estão peso, área, volume e extensão.

O trabalho dos especialistas em cartografia leva a muitas questões, nas quais as medidas das variáveis são conhecidas quando é preciso definir os métodos de mapeamento, quais objetos serão considerados, a exatidão, a ordenação, entre outros fatores. Nessa linha, dá para entender porque a atualização deve ser constante, e nada melhor que um bom curso online para aprender bastante de modo teórico e prático.

Os certificados do Foco Educação Profissional podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica
No Foco Educação Profissional você se matricula por 1 ano, investindo apenas R$69,90, sem mensalidades. Você terá acesso todos mais de 750 cursos e contará com a opção de obtenção de certificados de diversas cargas horarias, que vão de 5 até 360 horas. Inscreva-se agora mesmo.

Fluxo de Projeto Cartográfico

Encerramos nossa abordagem sobre o que é cartografia destacando o fluxo de projeto cartográfico, um tópico que não pode ficar de fora e também tem espaço em cursos a distância dessa ciência. Sua importância é essencial para aqueles que pretendem abraçar a área e atuar profissionalmente realizando mapeamentos, fazendo pesquisas e análises diretas sobre o universo cartográfico.

Pois bem, o projeto cartográfico representa um status fundamental aos especialistas por se tratar de uma atividade complexa e direcionada, que envolve aspectos visuais, tecnológicos, intelectuais, individuais e multidisciplinares. Outra definição mais clara refere-se ao trabalho de agregação de toda a informação recolhida pelo cartógrafo, reunida para o objetivo final.

Se a cartografia tem tudo a ver com abstração e percepção, métodos passíveis de grandes avaliações e estudos aprofundados, dá para ter noção do quanto esse fluxo é complicado. Podemos citar, por exemplo, a construção de uma carta topográfica ou a montagem de um atlas, conceitos que necessitam de muitas ferramentas e dedicação para que alcancem um bom resultado.

Obviamente, tudo dependerá do tipo de projeto. Mas, de qualquer forma é preciso seguir as normas e padrões disponíveis tanto na introdução à cartografia quanto em ramos detalhados, que vão se aprimorando conforme o interesse e a experiência nesse campo tão vasto. A qualificação, nesse contexto, faz toda a diferença. O estudo é totalmente válido, tanto com um bom curso de cartografia quanto com fontes excelentes.

O universo da cartografia em sua mão: aposte nos cursos online

Destacamos em todo nosso artigo o quanto os cursos online podem te ajudar a melhorar sua formação pessoal e profissional, seja na cartografia ou em qualquer área correlata. Assim como o Curso Online Introdução à Cartografia, indicamos também que você aposte no Curso Online Geografia‍, uma opção que pode complementar esse tema e fortalecer seus conhecimentos.

Com os cursos a distância, você dá um upgrade total em seus conhecimentos de modo dinâmico e prático, escolhendo as melhores alternativas e gerenciando seu tempo. Aqui no Foco Educação Profissional, há mais de 1000 cursos online com certificado que podem ficar a sua disposição por um ano. Investindo apenas uma taxa única de R$ 69,90, dá para acessar todas as opções do Pacote Master e, caso seja seu desejo, se certificar em cargas horárias de 5 a 360 horas. Uma das melhores propostas do mercado, atestada por mais de 140 mil alunos.

Não dá para estagnar. Pense sempre em se qualificar e progredir em todos os aspectos. Inscreva-se no Foco Educação Profissional pensando tanto em ter noções básicas de cartografia quanto em toda sua ascensão futura no campo pessoal e profissional. Tem dúvidas? Deixe um comentário. Aproveite e compartilhe essa ideia também, com certeza muita gente vai gostar. Boa sorte e até a próxima.

Data Modificação  10/08/2017
Colunista

Equipe Foco Educação Profissional

 

.

 Aguarde...

© Foco Educação Profissional - Todos direitos reservados

  • Belo Horizonte - MG +55 (31) 2595-0784
  • Rio de Janeiro - RJ +55 (21) 3828-0256
  • São Paulo - SP +55 (11) 4858-9920
  • Salvador - BA +55 (71) 2886-0540
Use seu smartphone para ler este codigo.

C
o
m
p
a
r
t
i
l
h
a
r